domingo, 9 de maio de 2010

Lembranças de um tempo em que ele não mais era.






E o velho acordou.
Foi um sonho tão estranho. Ele não se lembra mais. "Quem sou eu?" "Quem eu era?"

Quando jovem se fazia perguntas parecidas: "Quem eu serei?" "Quando eu serei?" Ele tinha tanta vontade de avançar no tempo, para poder ver quem vai ser, para poder saber o que pode dar errado, mas sempre que ele pensava em desistir de tudo isso, ele desistia da idéia.

Hoje ele se pergunta se foi certo o que fez. Acorda todos os dias de manha pensando se ele poderia voltar e alterar todo o seu passado.

E se por (dês)ventura ele conseguisse? E se ele mudasse todas as coisas que ele não queria ter feito? E se ele deixasse de ser quem hoje ele é? Será que ele ainda poderia mudar? E se mudar, quem ele será?

Ele pensa bem. Ou talvez nem tanto. Talvez ele pense demais. Talvez já não pense mais.

 Vai levando a vida assim, sem pressa, sem rumo, sem medo, sem ninguém, sem nada.

Ele pega seu violão, toca  musicas que nem ele mais sabe se conhece. Toca notas que já não fazem o menor sentido para ele. E dorme, como quem dorme depois de um dia cheio de saudade e tristeza. Sonha com imagens que já não mais fazem sentido algum. Talvez elas sejam lembranças de um passado que não mais o pertence. Que não foi dele. Que dele não é... Porque ele não é.

11 comentários:

Tassyane disse...

Profundo, faz pensar sobre o sentido que damos a vida.
Adorei Thiago.
Escreves muito bem!

Bruna disse...

Lembra-me a música da banda de um amigo "O velho violeiro".
Um belo texto. Parabéns.

Marcus Portella disse...

texto de uma simplicidade , e uma duvida pessoal lindas !
parabéns thiago !

Alex Vitor disse...

Muito bom o texto...
faz pensar bastante..
^^
To seguindOo..
Abração

Cavaleiro da Triste Figura disse...

Muito obrigado galera.

fico muito feliz ao saber que pessoas como vcs estao lendo e gostando dos meus textos, que são tão simples.

obrigado mesmo, de coração galera...

XD

Ana Agarriberri disse...

aaaah! Muito bom.
Gosto desde o início. ^^

Beeeejo guri!

Cavaleiro da Triste Figura disse...

XD

ana... so enquanto eu respirar vou me lembrar de vc garota... minha primeira seguidora desconhecida!! rsrsrs

bjãao guria...

Manie disse...

de vez em quando, acho que me preocupo demais com o futuro.

muito bom mesmo, gostei!

Mariana Machado disse...

Texto pefeito. Fiquei encantada com ele. Passa tudo e nada ao mesmo tempo.
Parabéns! ótimo Blog.

Cavaleiro da Triste Figura disse...

poo Mariana..
agora fiquei um pouco preocupado com a parte do "nada"... rsrsrs
brincadeira...
Vlw...

obrigado a manie, todos no fundo nos preocupamos com o futuro, acho q isso não é o que há de ruim, o que talvez seja ruim é nos preocuparmos em excesso, tanto com o futuro, quanto com o passado...
e eu estou nesta lista... =/
aff...

rsrsrs

bjs

Mariana Machado disse...

O Nada não é vazio, meu caro, também representa muito.

Postar um comentário